Mostrando postagens com marcador AUTOCAD. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador AUTOCAD. Mostrar todas as postagens

02 setembro 2016

Recebi um mapa em DWG e não está projetado. E agora? Como descobrir o datum e projeção originais?

Estas perguntas estão entre as mais comuns e graves enfrentadas por quem ainda teima em utilizar AutoCad para fazer mapas (sim, é uma crítica). A seguir descrevemos algumas dicas que podem ajudá-lo a "salvar" seu projeto descobrindo o sistema original utilizado no desenho do mapa:

Primeiro devemos assumir que o arquivo dwg esteja sendo aberto no ArcGIS, já que dwg é arquivo de Autocad. Se for AutoCadMap tudo bem, mas se for AutoCad comum não é GIS ou SIG.

Verifique se as coordenadas mostradas fazem algum sentido, como neste caso:
Se as coordenadas não tiverem nenhuma lógica é possível que o mapa tenha sido feito sem ao menos utilizar um sistema de coordenadas de referência. Se for o caso é o fim de linha. Precisará georeferenciar o shapefile usando spatial adjustment (avançado)

Geralmente os mapas feitos em Autocad possuem escrito em caixas de texto qual o sistema de coordenadas, projeção e datum usado na confecção. Procure abrir o arquivo e procurar por estas referências, do contrário será difícil saber ao certo, a menos que conheça a pessoa que elaborou o arquivo. 
Clique para ampliar
Caso não descubra nenhuma pista, faça algumas cópias deste arquivo e tente projetar (define projection - imagem ao lado) para os sistemas mais comuns tipo SAD69, Sirgas2000 e WGS84. As chances de ser um deste são grandes para o caso do Brasil. Se a referência for UTM precisará saber qual o fuso também. Baixe o shapefile de fusos UTM e veja em qual fuso que o mapa se encontra com as informações de localização básicas que você tenha.
Rode o define projections utilizando estas opções mais comuns. Para verificar se a projeção aplicada está "correta" adicione um basemap de imagem, de preferencia o ESRI Imagery (WGS84) e verifique se as linhas e polígonos estão "batendo" com a imagem.

Se nada conseguir envie para o email gigagis@outlook.com.br que talvez possamos ajudar.

TÓPICOS RELACIONADOS

02 julho 2015

Como dimensionar feições no ArcGIS ?

Muitos se perguntam se no ArcGIS existe ferramentas de dimensionamento como aquelas do AutoCAD.

Bem, elas existem sim mas não ficam tão explicitamente acessíveis quanto no AutoCAD. É preciso explorar um pouco mais para achá-las e usá-las.

Pois bem, primeiramente é preciso dizer que elas só funcionam em geodatabase e são um tipo especial de feature class de anotações.

Vamos lá:

-Via ArcCatalog, dentro do geodatabase de seu projeto, clique com o direito do mouse sobre o geodatabase ou feature dataset e aponte para New> Feature Class;
-Na Janela New Feature Class, adicione um nome e um alias para a classe de dimensões que está criando.
-Importante: Em Type, selecione DIMENSION FEATURES. Isto dirá ao ArcGIS que este classe conterá as dimensões e não shapes normais;
-Basta prosseguir e finalizar, mas sempre escolha o mesmo sistema de coordenadas que estiver usando no mapa e no geodatabase assim evitará problemas na edição.

-Pronto. Basta adicionar a feature class criada no mapa, iniciar edição e na janela Create Features, na sessão Construction tools (figura abaixo) você encontrará todas as ferramentas para dimensionar, assim como no AutoCad.
 Quer aprender mais? Clique aqui

Gostou? Comente abaixo e Compartilhe nas suas redes sociais de GIS e ajude nosso blog a crescer e disseminar informação útil a todos. !! Obrigado.

TÓPICOS RELACIONADOS:

28 agosto 2012

Trabalhar com arquivos CAD no ArcGIS

Caros,

Muitos usuários trabalham diariamente recebendo arquivos AutoCAD, necessitando transformar para GIS/Shapefile, geodatabase, etc.
Infelizmente a cultura do GIS no Brasil é nova para muitos topógrafos e mesmo engenheiros. Tendo isto em vista, abaixo segue um vídeo que mostra as melhores práticas para abrir um mapa feito em ambiente CAD, no ArcGIS; visualizar, exportar para um formato GIS da melhor forma possível. Confira  o vídeo e surgindo dúvidas, deixe um comentário:


Tópicos Relacionados:

14 agosto 2012

ArcGIS for AutoCad, já testou ?

Uma boa opção para aqueles que não conseguiram ainda migrar para ArcGIS e não largam o AutoCad de maneira alguma, seja por "facilidade" de trabalhar, por adaptação ou mesmo custos, a ESRI lançou um add-on para AutoCad que permite você trabalhar com padrão ESRI dentro do AutoCad de um modo muito fácil e intuitivo. O melhor é que a ferramenta é grátis.

Confira no vídeo abaixo como baixar e instalar o plugin no seu AutoCad e finalmente entrar no mundo GIS:
Se você tiver uma conta global da Esri ainda é possível assistir um treinamento completo, clique aqui.

FUNCIONALIDADES:
  • Criar e editar dados GIS em arquivos DWG padrão que ArcGIS for Desktop também lê e escreve.
  • Adicionar atributos GIS a quaisquer entidades AutoCAD.
  • Selecionar recursos de desenho por valores de atributos.
  • Adicionar modelos de dados padrão da indústria Esri em seus fluxos de trabalho CAD.
  • Escolher a partir de milhares de projeções Esri (.PRJ) e adicione um sistema de coordenadas as seus mapas cad.
  • Gerir os atributos tabulares de recursos dentro de seu desenho usando a tabela de  atributo fornecido e caixa de diálogo de edição.
  • Conecte com ArcGIS Server, e muito mais...Veja aqui como ele funciona



Tópicos Relacionados:

06 abril 2012

Dica Rápida: Linhas para Polígonos no ArcGIS

Uma maneira nova para converter linhas para polígonos no ArcGIS, muito útil para converter arquivos cad ou outros em shapefile polygon para extrair a área. Veja abaixo na rápida demonstração:

Além disso, a versão 10 trás uma maneira mais fácil de converter um arquivo AutoCAD para shapefile. A tool chamada "CAD to Geodatabase" dentro da toolbox Convertion tools>To Geodatase possibilita entrar com seu arquivo CAD e exportar todo ele para um geodatabase novo. o ArcGIS então criará todas as feições disponíveis. Claro que as vezes os arquivos cad são tão mal feitos que a conversão pode ser parcial ou apresentar algumas inconsistências.