Mostrando postagens com marcador OSM. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador OSM. Mostrar todas as postagens

04 março 2015

Idade das imagens do BING ?

Procurando por um jeito de saber a data de aquisição das imagens do BING Maps? 

Existe um site em que voce pode verificar isto.

http://mvexel.dev.openstreetmap.org/bing/#


Dicas: No campo de busca, insira o local aproximado que você estiver procurando (cidade ou estado) e clique find. Depois procure o local exato aproximando o nível de zoom.

Verá que a data de aquisição da imagem aparecerá no canto superior esquerdo de cada cena. Se aparecer "x more", ou "one more" continue aproximando.

Você não tem uma chave para acessar imagens do Bing no ArcGIS? Confira aqui como conseguir uma: http://goo.gl/z87GMy e aqui para saber como instalar http://goo.gl/95upSC

23 fevereiro 2014

Você conhece o MapFactor Navigator ?

Você conhece o MapFactor Navigator ??? Você deveria tentar.

Fonte: mapfactor.com

O MapFactor Navigator é um navegador GPS gratuito para celulares e tablets ANDROID que usam dados do OpenStreetMaps. Os mapas são instalados no cartão SD para que não haja necessidade de uma conexão com a Internet quando viajando. Mapas e atualizações do aplicativos são grátis e feitas a cada mês.
Entre seus atributos estão guia por vóz, alertas de radar, modo 2D, 3D, diferentes cores para os mapas, modo noturno e diurno além do principal, você mesmo pode corrigir e adicionar dados aos seus mapas via OpenStreetMaps em osm.org, não precisando mais esperar meses pelas atualizações de mapas das empresas fornecedoras de navegadores pagos.

Confira, e se não gostar, contribua para o projeto de geocolaboração "osm.org" e faça ficar melhor com sua iniciativa!! Se, em último caso, mesmo assim achar que os dados não são confiáveis, no próprio aplicativo tem a opção de adquirir o pacote de dados oficial da TomTom para o navegador.

Página do aplicativo no Google Play
Página do desenvolverdor

10 maio 2013

OpenStreetMap ganha um novo editor em HTML5

Não há argumentos que o OpenStreetMap (OSM) explodiu em uso e popularidade, basta olhar para as opções de camadas de base de mapas em qualquer serviço de mapeamento online da web e você verá OSM como uma opção. Muitas vezes considerado a wikipedia do mundo do mapeamento, OSM é uma opção de mapa base fabuloso para qualquer um, e talvez mais legal de tudo, OSM foi construído e mantido por você - a multidão!

Se alguém ainda tinha "preguiça" em editar os mapas ou mapear os locais que você conheçe, agora não tem mais desculpa. O OSM lançou um novo editor em HTML5 para o projeto, muito rápido e intuitivo chamado ID Editor.

Como funciona?
-Entre no site http://www.openstreetmap.org/
-Faça o login (ou cadastre-se se estiver iniciando)
-Aproxime a região que deseja editar ou acrescentar informações
-No canto superior esquerdo, clique em editar e escolha a primeira opção, edite com ID (no browser).

Ver na prática:

01 outubro 2012

Converter dados do OSM para Shapefile

Você sabia? 

Você pode converter os dados do Open Street Maps para shapefile e aproveitar todo o conhecimento da comunidade local para agregar muita informação nos seus mapas, que nem mesmo Google Maps e Bing possuem.



Alguns sites provém este serviço gratuitamente, por exemplo o :


  • http://www.osm974.re/osm2gis/ - Basta selecionar a área de interesse com a ferramenta do canto superior direito, clicar no "v" verde e entrar com seu email que os dados em shapefile serão enviados para você, não é simples!



Pronto, agora que você sabe como obter os dados do OSM, colabore entrando com os dados que você conhece nos mapas da OSM, deixando seu conhecimento disponível a toda comunidade.


26 setembro 2012

Você já conhece o OpenStreetMap (OSM)?

O OpenStreetMap (OSM) foi fundado em Julho de 2004 por Steve Coast e já se tornou um dos mais completos projetos da área de mapeamento colaborativo. Como descrito em seu próprio site oficial, ele é “um mapa livre e editável do mundo todo”, permitindo visualizar, editar e usar dados geográficos de inúmeras partes do globo.

Os mapas são criados usando dados de receptores GPS portatéis, fotografias aéreas, edição online e outras fontes livres de dados. Tanto as imagens obtidas por processamento dos dados e os dados estão disponíveis sob uma licença livre Creative Commons . Utilizadores registrados podem carregar os históricos dos GPS e editar os dados usando as ferramentas disponíveis.

Para ser um editor do OpenStreetMaps basta se cadastrar em http://osm.org e iniciar suas edições hoje mesmo.

A comunidade brasileira no OpenStreetMap ainda é incipiente. Algumas capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte já têm um progresso considerável em alguns bairros, bem como certas cidades no interior, mas a grande maioria do território ainda não está mapeada. Aproveite para contribuir com sua comunidade local adicionando dados de seu conhecimento a base do OpenStreetMaps que está inclusive disponível no ArcGIS como basemap.